sábado, 26 de abril de 2008

FUNDADA A CTB-PARANÁ

Dezenas de sindicatos de trabalhadores paranaenses iniciaram na sexta-feira (25) o encontro de fundação da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) no Estado. O esforço inaugural contou com a participação de federações urbanas e rurais e sindicatos independentes. Lideranças nacionais da central prestigiam o encontro, que acontece no auditório da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep).

O evento está sendo organizado pela Fetaep (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná), que reúne cerca de 250 sindicatos rurais na base; pela Fetiep (Federação dos Trabalhadores na Indústria do Estado do Paraná), que representa cerca 280 mil trabalhadores nas indústrias paranaenses e tem 32 sindicatos filiados; e, pelo Sintrafucarb (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Fumo, Bebidas e Chocolates), que reúne outros 7 mil trabalhadores. A Central terá forte presença dos trabalhadores rurais e industriais, além dos prestadores de serviços e profissionais liberais. Significará na prática a unidade dos trabalhadores do campo e da cidade, antigo sonho dos classistas.

A CTB paranaense fez um balanço da sua participação na campanha pela redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais; divulgou o resultado da pressão que ajudou a fazer nesta semana no Congresso Nacional; e convocou uma megaparalisação dos trabalhadores para o mês de maio. No mesmo encontro, a entidade sindical também elegeu sua diretoria.

José Agnaldo Pereira, um dos coordenadores do evento, disse que a CTB nasce no calor da luta em defesa dos trabalhadores, como é o caso da redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Ele informa que entidade que dirige deverá reforçar a convocação de uma megaparalisação no mês de maio. "Vamos debater a data, mas creio que o dia 28 de maio é quase certo", adianta o dirigente sindical.

Projeto unitário

Além da manifestação para mês que vem, José Agnaldo propõe a realização de uma nova Conferência da Classe Trabalhadora (Conclat), que unifique as centrais sindicais em torno de um projeto unitário de país soberano e democrático. Ele diz ainda que apesar da existência de várias centrais, "os classistas defendem a unicidade sindical na base".

A CTB que nasce no Paraná, segundo Célio "Bolinha" Neves, do Sindicato das Indústrias o Fumo, Doces e Bebidas (Sintrafucarb), seguindo diretrizes nacionais, será democrática, classista e independente dos patrões, de governos e dos partidos políticos. "A CTB defenderá um projeto unitário que vise o desenvolvimento com soberania e valorização do trabalho. Uma central de luta, sem hegemonismo desta ou daquela corrente política. Uma central que vislumbre o socialismo como perspectiva da classe trabalhadora e que coloque as mulheres no mesmo patamar que os homens", garante Célio Bolinha.

Fonte: Portal CTB

2 comentários:

Francisco disse...

Gostaríamos de contar com os(as) camaradas.


Olá companheiros.

O Comitê Árabe Brasileiro de Solidariedade à Palestina, convida para
reunião dia 13/02, sexta, 19 horas, na Mesquita de Curitiba
(r. Kellers, 383, tel 3222-4515).

Iremos debater a situação atual e fazer propostas para encaminhamentos.

Saudações.

Professor Kico
CEBRAPAZ-PR
30 DE MARÇO
DIA MUNDIAL DE AÇÃO GLOBAL
PELA PALESTINA - FSM

Francisco disse...

A PARTIR DE HOJE 08/07, ÀS 15H O COMITE ÁRABE BRASILEIRO DE SOLIDARIEDADE À
PALESTINA ESTARÁ NA BOCA COM ABAIXO ASSINADO DENUNCIANDO A VINDA DE
LIEBERMAN AO BRASIL.

O CEBRAPAZ-PR PARTICIPA ATIVAMENTE EM AÇÕES PARA QUE NÃO SE PENSE NO
POVO PALESTINO SÓ QUANDO ESTÃO SENDO CHACINADOS.

CONVOCAMOS TODOS QUE PUDEREM PARA ESTAR LÁ.

PROFESSOR KICO
CEBRAPAZ-PR

Classista possui:
Comentários em Publicações
Widget UsuárioCompulsivo

Mais vistos

  ©CLASSISTA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo